top of page

Como o GNSS Revoluciona a Agricultura de Precisão

Introdução

A Agricultura de Precisão está transformando o cultivo e o gerenciamento das plantações, com o GNSS (Sistema Global de Navegação por Satélite) no centro dessa revolução. Essa tecnologia possibilita um gerenciamento localizado das lavouras com precisão sem precedentes, otimizando a produção, aumentando o retorno econômico e reduzindo o impacto ambiental.


O GNSS é essencial para identificar e gerenciar as diversidades dentro dos talhões, superando a variabilidade dos fatores de produção que antes eram considerados uniformes. Neste artigo, exploramos o que é o GNSS, como ele funciona, seus componentes principais, e os inúmeros benefícios que traz para a agricultura.




O que é GNSS?

O GNSS (Global Navigation Satellite System), mais conhecido pelo GPS, é um sistema global que utiliza constelações de satélites para determinar a localização precisa de um objeto ou pessoa em qualquer lugar do mundo. Através de uma frequência enviada pelos satélites e recebida por receptores GNSS, é possível calcular a latitude, longitude, altitude e até mesmo a hora com extrema precisão.


Existem vários sistemas GNSS, sendo os mais conhecidos o GPS (Sistema de Posicionamento Global) dos Estados Unidos, o GLONASS da Rússia, o Galileo da União Europeia e o BeiDou da China. Esses sistemas permitem determinar a posição exata de um receptor GNSS, que pode ser utilizado em uma ampla gama de aplicações, incluindo navegação, mapeamento, geodésia e, particularmente, Agricultura de Precisão, onde é usado para gerenciar lavouras com alta precisão.


O GNSS pode sofrer de vários tipos de erros que afetam sua precisão:

  1. Erros Atmosféricos: A ionosfera e a troposfera podem causar atrasos nos sinais GNSS.

  2. Erros de Multipercurso (Multipath): Reflexões dos sinais em edifícios ou outras superfícies introduzem atrasos.

  3. Erros do Relógio do Satélite e do Receptor: Pequenas imprecisões nos relógios dos satélites e dos receptores afetam a sincronização dos sinais.

  4. Erros de Efemérides: Imprecisões nas informações orbitais dos satélites.

  5. Geometria dos Satélites (GDOP): A má disposição dos satélites em relação ao receptor pode aumentar os erros.

  6. Ruído do Receptor: Interferências eletrônicas e ruídos internos no receptor.

  7. Erros Humanos: Configurações incorretas e falhas no processamento de dados.


Técnicas de Correção para Aprimorar a Precisão

Para minimizar esses erros e alcançar um posicionamento ainda mais preciso, diversas técnicas de correção são utilizadas:

1. RTK (Real-Time Kinematic)

O RTK é uma técnica de correção em tempo real que oferece alta precisão, tipicamente na faixa de centímetros. Essa técnica funciona através de uma estação base fixa com coordenadas conhecidas que transmite correções em tempo real para um receptor móvel (rover). A comunicação entre a estação base e o rover é geralmente realizada via rádio.

2. Correções via Satélite

As correções via satélite são uma tecnologia inovadora de posicionamento de alta precisão que utiliza a infraestrutura de satélites para fornecer correções em tempo real aos receptores GNSS, sem depender de infraestrutura terrestre adicional. Essa característica torna essa solução mais flexível, econômica e acessível para diversas aplicações. Exemplos de correções via satélite incluem RTX, TERRASTAR, TOPCON NET e SF3.



Como Funciona o GNSS?

O GNSS funciona através de uma rede de satélites que orbitam a Terra e transmitem sinais de rádio. Esses sinais são recebidos por dispositivos GNSS no solo, que utilizam a diferença de tempo entre a transmissão e a recepção dos sinais para calcular a posição exata do receptor. Esta capacidade de determinar a localização com alta precisão é crucial para muitas aplicações agrícolas.




Componentes Principais do GNSS

1. Satélites: Orbitam a Terra e transmitem sinais de rádio.

2. Segmentos Terrestres: Esta infraestrutura de suporte terrestre gerencia a operação dos satélites.

3. Receptores de Usuário: Dispositivos utilizados pelos agricultores para receber

sinais de satélite e calcular a posição.


Sistemas GNSS Globais

Existem vários sistemas GNSS ao redor do mundo, incluindo:

● GPS (EUA): O sistema mais conhecido e amplamente utilizado.

● GLONASS (Rússia): Uma alternativa ao GPS.

● Galileo (Europa): Um sistema em desenvolvimento pela União Europeia.

● BeiDou (China): Sistema chinês em rápida expansão.

● QZSS (Japão): Sistema regional complementar ao GPS.


Benefícios do GNSS na Agricultura de Precisão

O uso do GNSS na Agricultura de Precisão traz inúmeros benefícios que otimizam as operações agrícolas, aumentam a eficiência e promovem a sustentabilidade. Aqui estão alguns dos principais benefícios:


1. Aumento da Precisão nas Operações Agrícolas

  • Plantio Preciso: Permite o plantio em linhas retas e equidistantes, otimizando o uso do espaço e melhorando a produtividade.

  • Pulverização e Adubação: Aplicação precisa de fertilizantes, herbicidas e pesticidas, reduzindo o desperdício e minimizando o impacto ambiental.

2. Redução de Custos

  • Economia de Insumos: Reduz o uso de sementes, fertilizantes e defensivos agrícolas, economizando recursos.

  • Redução de Combustível: Máquinas agrícolas podem operar de maneira mais eficiente, economizando combustível e reduzindo as emissões de gases de efeito estufa.

3. Aumento da Produtividade

  • Otimização do Uso da Terra: Permite o cultivo de áreas com maior precisão, aumentando a produtividade por hectare.

  • Redução de Sobreposições: Evita sobreposições e lacunas nas operações agrícolas, maximizando o uso eficiente do campo.

4. Monitoramento e Gestão de Culturas

  • Mapeamento de Campos: Criação de mapas detalhados de rendimento, variabilidade do solo e outros parâmetros, permitindo a gestão localizada e personalizada das culturas.

  • Monitoramento de Colheita: Monitora em tempo real o rendimento das colheitas, ajudando na tomada de decisões informadas.

5. Melhoria na Tomada de Decisões

  • Dados Precisos: Fornece dados precisos e em tempo real sobre as operações agrícolas e as condições do campo.

  • Planejamento Estratégico: Ajuda na análise de dados históricos e na previsão de necessidades futuras, melhorando o planejamento e a estratégia de longo prazo.

6. Redução do Impacto Ambiental

  • Uso Eficiente de Recursos: Reduz o uso excessivo de insumos químicos, minimizando a contaminação do solo e da água.

  • Conservação do Solo: Ajuda a implementar práticas de cultivo que conservam o solo, reduzindo a erosão e melhorando a saúde do solo a longo prazo.

7. Aumento da Segurança e Conforto dos Operadores

  • Navegação Automática: Sistemas de direção automática reduzem a fadiga do operador e aumentam a precisão das operações.

  • Segurança: Reduz o risco de acidentes ao guiar máquinas pesadas em terrenos difíceis.

8. Melhoria na Colheita

  • Colheita Otimizada: Permite a colheita em condições ideais, reduzindo perdas e aumentando a qualidade dos produtos.

  • Gestão de Resíduos: Ajuda na gestão eficiente de resíduos agrícolas, promovendo práticas de reciclagem e compostagem.

9. Facilitação da Agricultura de Conservação

  • Cultivo Mínimo: Apoia práticas de cultivo mínimo que preservam a estrutura do solo e promovem a biodiversidade.

  • Rotação de Culturas: Facilita a implementação de rotações de culturas que melhoram a saúde do solo e reduzem a incidência de pragas e doenças.


Tipos de Correções de Sinal GNSS

Para alcançar a máxima precisão, o GNSS pode utilizar correções de sinal:

● RTK (Real Time Kinematic): Oferece precisão centimétrica em tempo real.

● Correções via Satélite: Sistemas como RTX e TerraStar fornecem correções de

sinal diretamente dos satélites.


Desafios e Soluções do GNSS

Embora o GNSS ofereça muitos benefícios, ele também enfrenta desafios como interferências e erros de sinal. Soluções incluem o uso de estações base e correções de sinal para garantir a precisão.


Aplicações Práticas do GNSS na Agricultura

O GNSS é utilizado em diversas aplicações práticas na agricultura, como:

● Pulverização: Garantia de aplicação precisa de fertilizantes e pesticidas.

● Plantio: Plantio de sementes com espaçamento exato.

● Colheita: Colheita eficiente e precisa, reduzindo perdas.


Resultados Obtidos com o Uso do GNSS

Agricultores que adotaram o GNSS em suas operações relatam:

● Aumento significativo da produtividade.

● Redução de custos operacionais.

● Melhoria geral na eficiência das operações agrícolas.


O GNSS é uma ferramenta poderosa que está revolucionando a Agricultura de Precisão. Sua capacidade de fornecer dados de posicionamento extremamente precisos permite aos agricultores otimizar suas operações, aumentar a produtividade e reduzir custos. Se você ainda não está utilizando o GNSS em sua fazenda, agora é a hora de considerar sua implementação para colher todos esses benefícios.


 

Pronto para transformar sua agricultura com o GNSS? Entre em contato com a MGEO para saber mais s obre como essa tecnologia pode beneficiar sua fazenda.

51 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page